Escolha uma Página

O que é Constelação Familiar?

O método de trabalho de Constelações Familiares foi desenvolvido nos inícios dos anos 80 por Bert Hellinger, filósofo e psicoterapeuta alemão.

 Esta terapia trata do indivíduo em seu sistema familiar na resolução de questões que se repetem e causam sofrimentos provocando os emaranhamentos familiares.

A Constelação Familiar trabalha com as 3 Leis que se chamam Ordem do Amor

1º Pertencimento:

Quem é diferente não pode pertencer. Fazemos qualquer coisa para pertencer a família. Não nos curamos, permanecemos doentes, infelizes, sem prosperidade, a qualquer preço, para permanecer igual as pessoas que compõe o nosso sistema familiar.

Porque somente pertencendo é que podemos sentir seguros. Mesmo nos destruindo.

 2º Lei da Compensação, dar e receber:

A alma sempre deseja retribuir o que recebeu. Esse é nosso maior objetivo nessa vida é transformar o desejo de receber somente para si mesmo. Podemos comparar a “divida” que temos com nossos pais por ter nos dado a vida, é comparado a “divida” que temos com Deus para merecer a sua perfeição…E essa é a grande desejo da alma de retribuir o que recebeu.

E como podemos compensar?

 Aos nosso Pais honrando e fazendo algo de extraordinário a nossas vidas. Pois ser pai é dar sem receber recompensa, e os filhos vai conseguir honrar fazendo o mesmo que os pais fizeram

 A Deus removendo o desejo de receber somente para si, sempre ajudando o nosso semelhante com o que temos de melhor sem esperar recompensa

 3º Lei da Hierarquia, da ordem:

Quando alguém por algum motivo não toma o seu lugar, outra pessoa dentro do sistema o fará. Para permanecer vivo, o sistema precisa dessa ordem onde os pais sempre são os grandes e os filhos são os pequenos.

Quem veio antes tem preferência a quem veio depois, essa é a ordem.

Para que tudo se encaixe e a família tenha harmonia, todos que vieram antes tem deve ter um bom lugar na família, todos devem ser incluídos

 Como é o atendimento de Constelações Sistêmicas?

Os atendimentos são feitos em grupos terapêuticos onde o cliente traz uma questão (um tema para ser trabalhado) através das Constelações. O Facilitador do processo pede ao cliente que escolha no grupo algumas pessoas para representarem os elementos da questão que o cliente busca solução ou cura.

O processo terapêutico se dá a partir da observação dos movimentos espontâneos dos representantes que revelam as dinâmicas inconscientes do sistema familiar do cliente.

 Então Constelação Familiar é um processo Terapêutico eficaz que ajuda a quebrar as repetições de padrões destrutivos na família, ajudando a dissolver os emaranhamentos seja de fracasso, doença, infelicidade. Os resultados são sentidos muitas vezes imediatamente após o processo pelo simples fato de ser visto e ter sido colocada em harmonia as ordens do amor

 Quais os Temas para constelar fazendo um percurso sistêmico profundo?

Família de Origem (nascimento)

  • Minha relação com meus pais
  • Minha relação com meus irmãos
  • Problemas de herança (dos pais ou avós)
  • Tenho irmãos perdidos (mortos)
  • Avô ou avó no lugar dos meus pais

Família atual (casamento, filhos)

  • Minha relação com marido/esposa/cônjuge/ex
  • Minha relação com meus filhos
  • Tive aborto ou filhos que morreram

Relacionamento amoroso

  • Tenho ausência de relacionamentos amorosos
  • Vivo em um relacionamento problemático ou todos foram problemáticos
  • Tenho relacionamento mal resolvido (que já acabou ou não consegue acabar)
  • Preciso me despedir de relacionamentos anteriores para seguir a vida

Trabalho e Carreira

  • Me sinto perdido (a) profissionalmente, não sei qual caminho seguir
  • Faço várias coisas, desisto, nada dá certo
  • Tenho dúvida entre (…)
  • Meu trabalho atual dará certo?

Prosperidade e Finanças

  • Tenho muita dificuldade para ganhar dinheiro ou manter, lidar
  • Minha vida financeira é muito problemática, apesar de gostar do trabalho/carreira
  • Vivo um momento financeiramente difícil, mas já foi melhor

Emocional

  • Tenho medo (da vida, de dar certo, de amar, de ser feliz, etc.)
  • Tenho dificuldades para me relacionar (amigos, colegas de trabalho, etc.)
  • Tenho dificuldade de me tornar “adulto (a)”, me sinto imaturo (a)
  • Meu animal de estimação é/era como alguém da família
  • Tenho depressão e/ou vontade de morrer
  • Sofro (i) bullying
  • Sofro (i) abuso sexual ou sofro (i) com violência doméstica

Saúde

  • Doença que tenho é de família
  • Ninguém da família tem a doença que tenho agora
  • Minha saúde nunca foi boa ou corri risco de morte na infância
  • Sofro de alcoolismo, drogas ou outros vícios

 

Faça esse teste e veja se a Constelação Familiar é para você:

Leia as afirmações abaixo e responda com SIM ou NÃO:

  1. Você ainda se lembra do primeiro amor na sua vida com saudades.
  2. No seu primeiro relacionamento, a separação ocorreu de forma tumultuada, com feridas para ambos.
  3. Você faz mais pelo parceiro (a) do que recebe dele (a).
  4. Você sente muito medo de ser abandonado (a)
  5. Você exige que seu parceiro (a) mude seu comportamento, quer reeducá-lo.
  6. Você sente que não é visto pelo parceiro (a) na relação.
  7. Você não consegue entender o parceiro (a) e ver como ele (a) é.
  8. Você não aceita que o relacionamento anterior do parceiro (a) como tendo sido importante a ele.
  9. Quando um relacionamento termina, você sente como se a vida tivesse acabado, até pensa em morrer.
  10. Você tem muita dificuldade em aceitar a família do seu parceiro (a).
  11. Você sente mágoa e rejeição pelos próprios pais.
  12. Você interfere no casamento e no relacionamento dos seus pais.
  13. Você se vê com comportamento similar ao seu pai, mãe, avós ou até tios.

 

Todos os “sim” indicam emaranhamentos sistêmicos, que com a Terapia de Constelações Familiares pode-se identificar e liberar, para que a pessoa viva plenamente e desligue o piloto automático, reagindo à vida ao invés de viver a vida conduzida cegamente pelo sistema familiar.